18.1.12

Big+love2_large
Amor. Quanto apenas uma palavra pode carregar em si. Tanto valor, tanto significado. E tal como uma planta, ele é frágil. Uma planta começa por ser nada, tal como dois humanos. Semeia-se assim como uma amizade. E vai crescendo, crescendo sendo necessário que se cuide dela. E é um cuidado permanente de maneira a que não murche. A água está para a planta, assim como a confiança, o respeito e o carinho estão para o amor. E se não sabes cuidar, não semeies. Não lhe dês água. Vais acabar por matar, mesmo sem quereres. Se não fores tu, será outro alguém. Outro alguém a pisar ou a cortá-la. Não queria ser cruel, mas a verdade é que existem muitas vacas por aí a pastar na relva errada. Mas se souberes cuidar, irás fazer de tudo para impedir que isso aconteça. Não te desleixes, a planta não se queixa mas não gosta de se sentir abandonada. Tal como o amor. Não o deixes, luta por ele. A planta liberta oxigénio, o amor liberta sorrisos e felicidade. É, o amor que dá frutos, colhe invejas. Típico. Ela tem o seu ciclo de vida e de uma maneira ou de outra, acaba por morrer. Mas e o amor? Pois.. O amor não, é a diferença mais visível. O amor quando transporta todo o sentido da palavra não morre. Oh, sabes. Só há uma maneira de se amar verdadeiramente: para sempre. 

24 comentários:

  1. Ainda bem mesmo (;
    Adorei este texto :)

    ResponderEliminar
  2. este texto está fantástico. espero não ter comigo uma vaca na relva errada e que tu encontres o uma pessoa capaz de te amar verdadeiramente, que não mate o amor.
    a imagem é minha, fui eu que a fiz. gostas mesmo?

    ResponderEliminar
  3. "só há uma maneira de se amar verdadeiramente: para sempre." adoro adoro adoro :)

    ResponderEliminar
  4. Ohh muito obrigada por gostares.
    Sigo <3

    ResponderEliminar
  5. ainda bem que é perceptível, também é esse o meu objetivo :)

    ResponderEliminar
  6. tenta explicar-lhe o teu problema, que precisas mesmo que ele esteja mais presente. boa sorte *

    ResponderEliminar