11.1.12

297376_250963528269093_237296772969102_865030_931735_n_large_large
Um raio de sol entrava pela janela, mas puxei a cortina com o objetivo de igualar a assoalhada onde me encontrava ao meu estado de espírito. Escuro. O chão estava frio, as mãos também. O silêncio predominava no ar e proporcionava um momento de reflexão. O que já necessitava há algum tempo. Pôr a minha cabeça em ordem, o meu coração na realidade e os meus objetivos assentes. Foi esse momento que tentei passar para o papel. A meio, reparei na tinta a borrar a folha e esta toda ensopada, desfazendo assim o que tinha redigido, entre lágrimas, até então. Dei por mim a pensar que se fosse tão fácil desfazer o passado sofrido e que tanto nos magoou e magoa, assim como desfazer um papel, estaria eu muito bem. Ou talvez estivesse. É incerto. Mas, limpando a cara, refiz o meu pensamento e desta vez, envolvido em positivismo e confiança. Olhei ao espelho, sorri e proferi para mim própria: Como saberias reconhecer a felicidade se nunca tivesses caído e dado de caras com o sofrimento? Os dias maus são precisos para os dias bons valerem a pena. Dito isto, voltei a sorrir. Abri a cortina e olhei para o céu. Azul, estava azul. Da cor do meu espírito agora. O sol já raiava de diferente forma. Assim, alimentei saudavelmente a minha alma e sorri para a vida. Só espero que ela seja capaz de retribuir. 

28 comentários:

  1. eh pah, este é dos posts mais lindos que eu li neste teu blog, se não mesmo o mais lindo

    ResponderEliminar
  2. eh pah, está puro. está mesmo sincero! não sei explicar bem

    ResponderEliminar
  3. mais nada! :) os dias maus são necessários na nossa vida, acabamos sempre por receber coisas boas em dobro*

    ResponderEliminar
  4. ver-te sorrir é das melhores coisas que existem. és linda Mafalda. linda mesmo<3

    ResponderEliminar
  5. obrigada querida! e isto esta lindo,como sempre

    ResponderEliminar
  6. Se não sorrires para a vida ela nunca sorrirá para ti. Gostei muito :)

    ResponderEliminar
  7. Não sei princesa, não sei. Custa-me tanto!

    ResponderEliminar
  8. Mas eu preciso dele e ele teima em fugir só porque eu estou magoada e fria. Bolas, o amor não são só coisas boas. E eu já lhe tinha dito isto tantas vezes...

    ResponderEliminar
  9. Mas ele não fala contigo porque? Fizeste-lhe algum mal? A sério, não o percebo

    ResponderEliminar
  10. Não ligues.. Eu vou falar com ele sobre isso. Ele não tem o direito de te tratar assim Mafalda

    ResponderEliminar
  11. Eu hei-de falar com ele. Não agora, nesta situação, mas ainda vou falar com ele

    ResponderEliminar
  12. Mafalda, não és mais teimosa que eu. Tu és minha amiga. Os amigos dele também se metem a torto e a direito e eu NUNCA lhes faltei ao respeito ou disse algo do género. Ele vai ter de aprender a por os pontos nos i's.

    ResponderEliminar
  13. Ele exagera, Mafalda! Eu já lhe disse isso mil vezes. Já lhe expliquei que tu só queres o nosso bem.
    Deixa, um dia tenho uma conversa sobre isso, não há-de ser agora

    ResponderEliminar
  14. Pois sou. Nem tu viste metade. Ele não tem o direito de ser assim. E não é desentendimento nenhum. Não o ofendo se lhe disser que não gosto que ele te trate assim. Porra, tu não és um boneco, ele não tem de te falar assim. Mesmo nem sendo muitos chegados, essas palavras magoam.
    Não te preocupes com isso, eu posso bem com ele<3

    ResponderEliminar