6.4.12

Tumblr_lx7qxvmaqd1r5zx99o1_500_large
Toda a gente tem, no mínimo, um alguém marcante de quem sente falta. Eu, há mais de dois meses, perdi uma estrelinha. Ela era a mais brilhante do meu céu e em quem eu mais confiava. Perdi-a. E se no início tentei perceber o que podia fazer para a ver brilhar ao pé de mim novamente, tempo depois percebi que a nossa amizade tinha sido corrompida e que dificilmente, havia retorno. Deixei-a fugir, no entanto não queria acreditar. Foi duro demais. Para minimizar a culpa e tentar suportar a sua ausência, escrevi-lhe em silêncio. Várias vezes. Rabisquei um caderno que intitulei como sendo o diário da tua ausência, em segredo. Partilhava a minha vida com ela, em palavras. Dei-lhe a oportunidade de me ler uma vez e apesar de ter dito que gostou, pouco ou nada mudou. Eu posso ser forte, mas não sou de ferro e por mais que queira continuar a lutar, rapidamente perco as forças que ainda me restam. As minhas tentativas de aproximação, em nada alteram a sua mágoa. Agora somos nada. E é esse nada que nem o tudo modifica. As lágrimas a partir das quais me expresso, no silêncio da noite, não esgotam mas esgotada está a minha esperança de ter a amizade de que me orgulhava de volta. Ela sabe, o céu espera-a, misteriosamente, para voltar a estar inteiro. A minha vida continua aberta para ela mas se um dia a encontrar encerrada, espero que saiba que não é por querer, mas sim por cansaço. No entanto, ela é forte e sei que mesmo sem mim, será feliz e irá brilhar incessantemente. Beijinhos no teu coração doce, estrelinha.

60 comentários:

  1. denada querida, adoro o que escreves ^^

    ResponderEliminar
  2. amor é isso mesmo não? lutar mesmo sem forças, e eu tenho que as encontrar para poder lutar por ele, mas acho que não me vai adiantar de muito :x

    ResponderEliminar
  3. é complicado doce, ele diz que a rotina estragou o sentimento, ele já dele é complicado, ele não demonstra andar mal mas anda, tem uma capa protectora mas eu amo-o e não me vejo com mais ninguém, apesar de tarem sempre a tentar :x

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. respondo aqui na esperança que tu vejas. deixei de conseguir aceder ao teu blog doce. privatizaste?
      sim, estou bem... ou melhor, tento.

      Eliminar
  5. adoro o que escreveste, nota-se que essa tal estrelinha te faz mesmo muita falta! força meu doce.

    ResponderEliminar
  6. quem me dera conseguir, espero mesmo que sim meu doce :x

    ResponderEliminar
  7. não há mesmo volta a dar com a tua estrelinha? oh, tu gostas tanto dela ...
    não, minha linda, é do we heart it.

    ResponderEliminar
  8. Está liindo, mesmo liindo , escreves muito bem :)


    Beijinho
    Daniela*

    ResponderEliminar
  9. lamento imenso por nao conseguires segurar essa amizade... mas vais ver que tu, tbm vais conseguir seguir em frente e encontrar um estrelinha que brilhe ainda mais. Adorei o texto*

    ResponderEliminar
  10. Eu tenho algumas pessoas marcantes, não poderia viver sem elas!

    beijos
    :)

    ResponderEliminar
  11. eu tenho esperança que essa estrelinha vai brilhar de novo a teu lado, princesa*

    ResponderEliminar
  12. os teus textos são TÃO PROFUNDOS... fazem-nos pensar, fazem-nos ver as coisas com outra perspectiva ... recentemente também perdi uma estrelinha :c mas temos de seguir em frente, em nome dessas tão lindas e brilhantes estrelinhas.

    estas a fazer um excelente trabalho com o blog :) parabens, a serio*

    ResponderEliminar
  13. tentaste falar com ela, de novo?
    não faz mal, minha querida, acho que pensaria o mesmo que tu.
    reparei agora que tu e o teu menino "só" estão juntos há 3 meses ...

    ResponderEliminar
  14. é o que estou a tentar fazer e acho que esta noite fiz progressos com ele princesa*

    ResponderEliminar
  15. está fantástico! tens de ter força!

    ResponderEliminar
  16. Infelizmente por vezes há amizades que nos escapam, sem nós sabermos bem porquê. Se tiver de voltar, vai voltar, não desesperes.
    E escreves mesmo bem, adorei!

    ResponderEliminar
  17. de nada querida :) eu acredito mesmo que sim :)

    ResponderEliminar
  18. não percas a esperança nunca, é a pior coisa que tu podes fazer minha linda. muita força*

    ResponderEliminar
  19. Oh, que texto doce! E sabes, as pessoas saem da nossa vida porque... podia continuar isto com uma frase cliché, mas não sei mesmo porque o fazem. Tenho medo de pessoas que entram e saem rapidamente, sabes?

    ResponderEliminar
  20. As pessoas têm entrado de uma maneira tão fácil na minha vida, que já não me admiro se saírem. A culpa é minha, com certeza.

    ResponderEliminar
  21. Não, sinto-me uma pessoa frágil, desinteressante e com muito para aprender, acho que tenho olhado só para mim, e centro-me nos meus problemas, que não são nada, à beira de outros. Estou com um medo incontornável de perder uma pessoa que entrou muito fácil na minha vida, tenho medo que aconteça tudo de novo... E tu, como estás?

    ResponderEliminar
  22. Eu sei que não, mas sinto-me paranóica. Tenho medo que me deixem, quando encontrarem alguém melhor.

    ResponderEliminar
  23. Eu queria acreditar nisso, mas ultimamente está difícil... Sim, se eu não tivesse pessoas ao meu lado talvez estivesse muito pior, mas sinto-me sozinha.

    ResponderEliminar
  24. Acho que não querida, mas obrigada. A não se quer que consigas saber se a pessoa que me faz tão bem agora, não se irá afastar quando descobrir as minhas paranóias mais dramáticas e desnecessárias.

    ResponderEliminar
  25. Tenho que o fazer, não é? Se não o fizer ninguém o faz por mim. A imagem que eu passo, no dia-a-dia é de uma pessoa confiante, mas por dentro... oh!

    ResponderEliminar
  26. Oh,sim correu tudo bem :) E este texto está lindo!
    p.s. importaste que eu use tb esse contador que tens ai em baixo? achei super fofinho!

    ResponderEliminar
  27. Oh está tão bonito, minha querida. E sabes, se ela for verdadeira, ela volta. Não podes perder a esperança, pequenina :)

    ResponderEliminar
  28. Eu vou tentar, mas enquanto as coisas se virarem contra mim, sempre a mostrar que faço tudo errado...

    ResponderEliminar
  29. E eu sei que sou, se eu não fosse forte já não estaria aqui, mas tenho muitas recaídas.

    ResponderEliminar
  30. Acho que se não arrastar muita gente para os meus problemas, melhor.

    ResponderEliminar
  31. Tem de ser, enquanto me sentir sozinha, e mal comigo, não consigo estar bem com os outros...

    ResponderEliminar
  32. É assim há tanto tempo... mas tem de mudar, eu sei que tem!

    ResponderEliminar
  33. obrigada doce, é mesmo. e olha, este texto está tão lindo, tão sincero!

    ResponderEliminar