18.12.11

Alguém, com voz tremida e um volume quase incapaz de se ouvir, chamou-me e pronunciou em seguida alguns vocábulos. Fez-se ouvir lentamente durante a noite, quando no escuro me concentro. Gelei. Tentei captar a direcção de onde provinha tal som, mas de pouco me serviu. O que é certo é que por instantes, a dor moldou-se para fora do coraçãozinho e senti como que um arrepio coberto de doçura. Era familiar. Oh, se era. Aliás, é. Já conhecia essa sensação e mesmo sem conseguir entender de onde saía aquela voz de tom tão carinhoso e doce parei. Parei e inconscientemente foi a tua imagem que se atravessou na direcção do meu olhar. Foste tu que paraste ali comigo, esquecendo os porquês e todo o mundo alheio a nós. Foste tu que conseguiste, de uma forma pura mas estranha, fazer algo que há muito não acontecia. Sim, fazer-me sorrir. E agora eu sei, tu continuas aqui. Aqui, ali e acolá mas sempre comigo. Intacto. 

35 comentários:

  1. lindo lindo! sei bem como é sentir uma presença como essa de que falas

    ResponderEliminar
  2. Está tão lindo! Tenho saudades dos tempos em que conseguia escrever desta forma: simples e ao mesmo tempo tão bonita.

    ResponderEliminar
  3. é só no que tenho pensado... quanto mais me magoam mais eu acho que nao valo a pena

    ResponderEliminar
  4. oh, obrigada, também já sigo o teu cantinho <3

    ResponderEliminar
  5. Então? Se precisares de falar, já sabes, estou aqui *

    ResponderEliminar
  6. Anónimo,
    Pelo menos podias ser mais inteligente porque a Inês sabe que o Simão não é.

    ResponderEliminar
  7. Oh meu querido anónimo, mais uma vez encontramo-nos aqui, separados por um monitor. Olha, sabes que mais? De tudo isto posso depreender que és uma pessoa muito burra e sem o mínimo de bom senso. Essa máscara de "Simão" já não cola mais. E antes que queiras arranjar problemas comigo e com ELE, sim, com o verdadeiro SIMÃO, é bom que pares. Ou então dá a cara. Agora vá, tem uma boa noite e dorme com os anjinhos. Ah, e lembra-te, Deus castiga!
    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  8. queriiiiiida, acho que ja consigo comentar o teu blog. mudei de browser. (: como estás?

    ResponderEliminar
  9. não querida. tinha o google chrome e deixou de dar de um dia para o outro. como está a tua avo? não imaginas as vezes que me lembrei de ti /:

    ResponderEliminar
  10. é, tem de ser. chama-se "orgulho" $:
    acreditas que já me foram perguntar no tumblr quem é que cantava a música? está a começar a ser famoso ahah

    ResponderEliminar
  11. é claro que me lembro. sempre foste das seguidoras mais queridas para mim, se não a melhor. e andava mesmo triste por não conseguir comentar o teu blog.

    o que é que ela tem?

    ResponderEliminar
  12. pois é. um dia ele ainda há-de realizar todos os sonhos que tem :)
    pois é, quase que se podia dirigir a ti. quando acabei de o escrever pensei nisso!

    ResponderEliminar
  13. mas que linda, isso é que é ser uma lutadora. continua aqui para passar mais um natal contigo (:

    ResponderEliminar
  14. ÓHHHH que amor mais lindo . a sério :`) . ela ainda está no hospital?

    ResponderEliminar
  15. que palavras linda.. oh, e estás feliz! eu tento , obrigada!

    ResponderEliminar
  16. isso já é com ele... ele acha que eu um dia ainda vou lançar um livro, achas normal?! (mas era mesmo um sonho $:)
    eu lembro-me sempre de ti, princesinha!

    ResponderEliminar
  17. mas tu tens que ser muito forte querida. tens mesmo. ela ainda está cá e assim será por mais este natal. tens que , pelo menos à frente dela, aguentar-te . ela gostas tanto de ti :`)

    ResponderEliminar
  18. não duvido, não duvido mesmo. e isso sim , é amor. e o resto? fora isso, como vai a tua vidinha?

    ResponderEliminar
  19. ainda bem que fiz estremecer o teu coraçãozinho :p

    ResponderEliminar
  20. ah, sim, claro, tu ainda sonhas mais que eu ahah :b

    ResponderEliminar
  21. pois, és tu e eu. sonho demasiado s:

    ResponderEliminar