15.12.11

"Dear heart, why him?"


Popping+bubble_large
E perdura. Ainda sinto cócegas no coração e arrepios na barriga. Ou talvez seja ao contrário. Oh, eu sei lá. Estou entranhada num turbilhão de sentimentos, assim como de pensamentos. Vês o que me fazes? Transportas-me para uma bolha pressionada por todos os lados. Ora aqui, ora ali.. E o mais incrível é que não rebenta. Se estivesses aqui, dirias-me sem hesitar que é devido à força do nosso amor que isso não acontece. E então? Continuo sem saber para que lado me virar, em que direcção olhar. Não nego, o horizonte olhado por ambos, juntos, é bem mais bonito do que se olharmos distantes, cada um em seu ponto, mas.. É isso mesmo, muitos mas. Obstáculos, barreiras. Já lá vai o tempo em que tudo era mais fácil de suportar. Agora? Já sabes, prova. Prova que mereces. Prova que sentes e queres. Até porque como sabes, vocábulos vindos de ti neste momento valem menos que qualquer atitude. Por isso, boa sorte. É tudo o que te desejo. "Dear heart, why him?"

23 comentários:

  1. Oh, como te entendo querida... Por mais palavras bonitas que sejam ditas, se não houverem atitudes, não dá para acreditar... Espero que tudo fique bem <3

    ResponderEliminar
  2. Não tens nada que agradecer <3
    Ficarei a torcer por ti <3

    ResponderEliminar
  3. minha querida segue o teu coração, esquece todos os problemas que te impedem de o amar.

    ResponderEliminar
  4. gostei do texto, verás que essa bolha não rebentará ;)

    ResponderEliminar
  5. o recado era para a tua amiga, deste blog (http://docoracaoparati.blogspot.com/)

    ResponderEliminar
  6. pois, então assim só te digo que o tens de conhecer bem antes de teres alguma coisa. e se ele quiser já alguma coisa, diz que estás confusa, que ele não te é indiferente mas que precisas que ele te prove se vale mesmo a pena arriscar ou não, pois até nos podermos sentir concretizados com as nossas opçoes, o problema é se a felicidade nao dura por mto tempo mas os sentimentos e o sofrtimento perduram...
    mas eu, por exemplo, não quis arriscar e ele fartou-se e deixou-me e revelou-se numa pessoa completamente diferente do que estava a espera. por um lado, arrependo-me um pouco de nao ter arriscado, mas nao queria ter algo com alguem que tinha uma constante mascara

    ResponderEliminar
  7. Mafaldinha, segue sempre o coração, já sabes ♥
    P.s.: Meu querido anónimo, obrigada pelo recado. Falamos quando deres a cara :)

    ResponderEliminar
  8. Ora bem, anónimo.. Se o recado era para a Inês, porque é preciso envolveres outras pessoas nisto? Agora que me envolveste, agradeço imenso que páres com esses comentários completamente absurdos. A Inês é feliz, sim! E então? Arranja uma vida para ti e quem sabe serás feliz também, não será à procura de "vingança" devido ao passado que conseguirás o que queres. Huum, e já agora.. Deixa de ser cobarde e dá a cara, esconderes-te atrás de um ecrã de computador é muito bonito mas para fazeres esse tipo de insinuações deves ter orgulho e mostrar quem és. Vá, esperamos notícias :))

    ResponderEliminar
  9. a Inês, essa porca de merda, que brinca com os sentimentos como se fosse a coisa mais natural do mundo sabe bem quem eu sou.

    ResponderEliminar
  10. oh nem é preciso agradeceres só importa a tua felicidade :) pois, também eu espero que ele prove. independentemente de tudo estarei aqui para ti, para desabafares e para partilhares a tua alegria. qualquer que seja a tua decisão, arriscar ou não, já sabes!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo,
    primeiro não te diriges à Inês com esses termos e muito menos aqui! Não tens nada que a julgar, se ela brinca ou não com sentimentos quando tu andas a brincar com a vida dela e achas-te no direito de insinuar seja lá o que for. Ela sabe quem és? Como é que ela irá saber se não és corajoso/a o suficiente para dares o nome e quem sabe a cara? Olha, também gostava muito de saber para quem me estou a dirigir, já que te deste ao trabalho de vir comentar no meu blog.

    ResponderEliminar
  12. Meu querido anónimo, visto que eu não sei quem és, aconcelho-te a mandares-me uma mensagem ou assim para que possamos falar. Fico à espera.

    ResponderEliminar